Home / Chapecó
Publicada em 28 de Mar de 2012 - 12h22min

Silva: “Em dois anos devemos concluir o asfaltamento de toda a área urbana de Chapecó”

Áreas como corredores de ônibus e vias estruturais têm preferência na pavimentação

A dona de casa Maria Luiza Brandini diz que os vizinhos já solicitaram o asfaltamento da rua.

Os moradores da Rua Pinheiros, no Bairro Santa Maria, enfrentam dificuldades para trafegar naquela via. A estrada não é pavimentada e eles reclamam de pedras soltas, irregularidade, buracos, falta de bueiros para escoar a água da chuva e passeio público. A solicitação é de que as duas quadras sejam asfaltadas, cerca de 150 metros. Esta rua faz parte dos 45 km da área urbana que faltam ser pavimentados. A informação é da secretaria de Planejamento. “Se continuar nesse ritmo, em dois anos vamos concluir a pavimentação urbana de todo o município de Chapecó”, fala o secretário Nemésio Carlos da Silva. Ele diz ainda que, em média, chega uma solicitação de pavimentação por dia à secretaria. Os pedidos, em sua maioria, são de pequenos trechos, com cerca de 150 metros.
A dona de casa Maria Luiza Brandini diz que os vizinhos já solicitaram o asfaltamento da rua. “Esta é uma reivindicação dos moradores há muito tempo. Eu moro aqui há nove anos e sempre que chove a rua fica intransitável”, explica. A prefeitura não tem registros da solicitação dos moradores da Rua Pinheiros. Segundo o secretário, as antigas solicitações precisam ser refeitas através de um abaixo-assinado. “O primeiro passo é demonstrar interesse dos moradores, em seguida a empresa terceirizada fará o projeto e assim que houver verbas para subsídio disponível será feita a comercialização, ou seja, ela vai procurar os moradores beneficiados pela via para ver se aceitam o pagar e assinar o contrato. E aí começa a execução”, diz Silva.


O metro quadrado do asfalto custa de R$ 87,00 a R$ 120,00, dependendo da espessura e infraestrutura necessária. O morador paga menos de 50% do valor, que é calculado a partir da metragem da frente da casa multiplicado pela metade da largura da rua. O morador também tem a responsabilidade de fazer o passeio público. A pavimentação só será feita quando mais 80% dos moradores aceitarem as responsabilidades.
Desde 2005, a Secretaria de Planejamento de Chapecó exige que os novos loteamentos tenham a infraestrutura necessária para moradia, isso inclui, dentro as várias exigências, a pavimentação asfáltica. Com exceção das situações onde você tem áreas de risco ambiental, onde é aceito apenas o calçamento. De acordo com dados do órgão, em sete anos foram asfaltados 205 km. Atualmente são 14 equipes de drenagem, e quatro frentes de asfaltamento. “Pra ter uma noção, hoje temos uma média de 60 trechos em execução por mês. Agora, estamos cumprindo uma ordem de serviço de 30 km novos de asfalto que devem estar prontos em cerca de quatro meses”, fala Silva. Ele esclarece que existem trechos com preferência, como corredores de ônibus e vias estruturais. “Embora reconheçamos o direito de cada um, as pessoas vão ter que ter um pouco de paciência, porque estamos trabalhando como nunca no município”, completa.


Fonte da notícia: Por Glauco Benetti/Voz

Imprimir | Enviar para amigo | Adicionar a favoritos

DESTAQUE GERAL

Miasmas como leis naturais


23/10/2014

Miasmas em homeopatia são certos comportamentos e predisposições a adoecimentos comuns nos humanos que ocorreram e ocorrem por meio de certas doenças físicas que os materializam e ajudam a perpetuar suas características àquele grupamento. Por serem padrões energéticos universais, estas informações são acessadas em todos os reinos da natureza no Planeta Terra que compartilham destes conjuntos de conhecimentos, ...
DESTAQUES